Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2016

Um casamento... e um baptizado

Imagem
Teoricamente já devia estar de férias. Não as consegui tirar por motivos vário que não vêm aqui ao caso. Mas, independentemente de ter ido de férias ou não, hoje teria que estar em Lisboa. Em Maio o Tiago, fotógrafo das celebrações dos Maristas, e que conheço há pelo menos 11 anos, no final de uma celebração veio convidar-me para o casar e baptizar o filho. Sim, em vez de pedir digo convidar. Senti-me honrado. Durante 11 anos ele e outros fotógrafos passaram pelas celebrações, sem eu ter dado grande importância... afinal alguma coisa ficou. E eu fiquei contente pelo convite. Em Maio disse-lhe que estaria de férias mas que viria para o casamento e baptizado do filho. Foi hoje, na igreja de Miraflores. A igreja é recente, pouco mais de um ano, bonita, apesar da péssima acústica. Dedicada à Santíssima Trindade, com muita luz, e também o vitral azul faz-nos entrar no mistério. A celebração foi simples, e encontrei todos os outros fotógrafos com a respectiva parentela. Alegria e emoção. N…

Unidos à cruz

Imagem
Hoje a minha cruz é preta. Preta de luto, preta de tristeza, preta de solidariedade para com o padre que foi hoje degolado. Não por ser padre mas por ser cristão. O alvo é só um: a cruz de Cristo e quantos a seguirem. Como disse o bispo daquela diocese: oração e amor. Quanto a nós... unidos à cruz.

É a pronúncia do norte

Imagem
Cada vez mais estimo quem não se envergonha da pronúncia do Norte. A que mais gosto é a das beiras, em que os vês são bês as vacasbacas, ou ourooiro e os esses carregados. Frases cheias de arcaísmos, com sentido certo e oportuno. É a pronuncia do  Norte.
Quando falo com alguém que me apreça ser das serras de Montemuro ou da Gralheira vou perguntando e quase sempre acerto. Uma senhora velhinha e viúva que em Benfica foi à Missa num dia de fim de ano, ao despedir-me dela, pelas faces rosadas, pelo xaile metido pela cabeça e o boa noite sr. padre, fez-me perguntar-lhe de onde era: da serra, senhor padre, respondeu. E eu acrescentei: e olhe que deve ser das minhas serras. De onde é e de onde não é, a senhora vivia a menos de sete quilómetros de Feirão. Tinha vindo a Lisboa para passar o Natal com a filha e os netos porque lá pra cima faz agora um frio grande, justificou.
Na semana passada vieram cá uns técnicos ao convento fazer uma manutenção e o caso deu-se ao contrário. Um senhor, uns…

Aquele por quem o meu coração ama

Imagem
Celebrou hoje a Igreja, pela primeira vez, Santa Maria Madalena, com grau litúrgico de festa. Pode parecer uma coisa banal, como alterar o grau de uma festa na missa que, na prática, só lhe acrescenta o Glória. Mas, para além a efeméride - hoje pela primeira vez - é o reconhecimento do papel desta mulher na vida de Jesus, e das mulheres na vida da Igreja. O título deste post é tirado da primeira leitura que hoje se leu, do cântico dos cânticos. E gosto sempre de sublinhar isto: na Igreja, só duas vezes no ano lemos uma passagem do livro dos Cânticos dos cânticos, que é sempre esta: no dia de hoje e nas vésperas do Natal. E, por quatro vezes, a esposa pergunta por aquele que o seu coração ama. Sem dúvida que Maria Madalena amou muito a Jesus. Não um amor erótico nem platónico, um amor não-correspondido ou desmedido, mas num amor puro, de dedicação e entrega. Por isso não é de estranhar que ela esteja ali, agarrada à cruz, que o tenha procurado no sepulcro e, por isso, se tenha tornado…

Dias de Capítulo Geral

Imagem
Começou no dia 16, em Bolonha, mais um Capítulo Geral da Ordem dos Pregadores, a que pertenço. Na nossa Ordem os Capítulos Gerais acontecem de três em três anos, em cada ano com pessoas diferentes. No Capítulo deste ano estão os provinciais da Ordem, uma vez que o anterior foi de definidores (frades eleitos pelas províncias) e o próximo será electivo (com os provinciais e os definidores). É assim a nossa maneira democrática de governo. O Capítulo deste ano tem a feliz coincidência de ser celebrado quer no Ano da Misericórdia quer no Ano do nosso Jubileu. Este ano, no dia 22 de Dezembro, completamos 800 anos de existência (oficial)! O Papa Francisco juntou-se ao Capítulo e às nossas celebrações. No próximo dia 4 irá receber os Capitulares e, no passado dia 15, enviou pela Secretaria de Estado do Vaticano um Telegrama ao Mestre da Ordem, que aqui deixo, numa tradução livre (apressada):

"Por ocasião do Capítulo Geral dos Priores Provinciais da Ordem dos Pregadores que terá lugar em…

Há nascer e há morrer

Imagem
Diz Qohélet que há um tempo para tudo e tudo tem o seu tempo. E que há um tempo para nascer e outro para morrer.
Nasceu no domingo, ao final do dia, o meu primo mais novo. Os pais deram-lhe o nome de João Pedro e hoje fui visitá-lo. A mãe está bem e o menino também. Eu o mais velho e ele o mais novo. com quarenta anos e sete meses de distância. Está a minha tia contente e eu fico contente com ela. Mas também há o morrer... Não morreu ninguém mas morre um pouco de mim: com pena vou ter de  deixar o Hospital da Luz. Oficialmente terminei no dia 30 de Junho mas prolongo até finais de Agosto. O motivo da saída é o que já se sabe: assumir o noviciado a partir de Setembro. Sete anos vividos com intensidade, que me ajudaram a amadurecer na vida e a estar próximo das pessoas que mais sofrem.  Espero, no final de Agosto, vir aqui fazer uma despedida e avaliação do que vivi no hospital. Para já fica a notícia desta pequena morte que, como tantas outras, são geradoras de vida. E ao João Pedro qu…

E lá ganhámos

Portugal ganhou... Sem o Ronaldo. É assim mesmo: a selecção não é só um jogador. E por morrer uma andorinha não acaba a primavera. Orgulho português, sim!

O euro 2016

Imagem
Começo com uma nota que é um aviso: não é preciso concordar comigo neste assunto. Mas hoje venho aqui fazer uma confissão.  E confesso que nos últimos anos não segui muito de perto os Euros futebolísticos. Tudo é um processo e alvo de conversão. Mas hoje o Quaresma conseguiu converter-me. Porquê? Porque me irrita que a selecção estivesse reduzida ao CR7. Tudo era em função dele e, diga-se de passagem, as prestações na selecção nunca foram nem têm sido brilhantes. Mas há gostos para tudo e perspectivas discordantes.  Pois este Euro só confirma que há mais selecção para além do CR7 e que o Quaresma é que nos tem safado. O jogo não vi, como não  vi nenhum este ano mas não resisti ao prolongamento e aos golos. Grande Quaresma, que nos consegue tirar do jejum.