Mensagens

Traditionis custodes - Guardas da Tradição

Imagem
O Papa Francisco aboliu hoje, salvo raríssimas excepções, a celebração da Missa no rito anterior ao Concílio Vaticano II, comummente chamada Missa tridentina ou pré-conciliar. Esta decisão do Papa merece o apoio de todos os que sentimos a frescura da renovação da estrutura eclesial, tão importante e necessária, para que a Igreja possa recuperar não só a credibilidade mas a sua cada vez maior proximidade a Jesus Cristo e ao seu Evangelho. E qual é a não-razão que levou o Papa a revogar todos os documentos e autorizações que João Paulo II e Bento XVI tinham concedido? É mesmo só uma: pensar que este movimento está de tal modo a crescer que é preciso travá-lo. Não foi, portanto, este o motivo. Os verdadeiros motivos mostrou-os o Papa na carta muito fraterna e consciente que enviou a todos os Bispos. O abuso destes movimentos que celebravam no rito antigo, promovendo-o como o verdadeiro rito da Igreja, a unidade da Igreja, sempre tão visível na celebração da Eucaristia e o caminho que a Ig

Aristides Sousa Mendes e a consciência

Imagem
No ano passado, na véspera da Eucaristia que celebrámos, o Papa Francisco na sua habitual audiência das quartas-feiras, lembrou o dia e a pessoa que nós hoje também lembramos: o dia da consciência e a figura a ele ligada, Aristides Sousa Mendes (ASM). Também por esses dias, o nosso país aprovava que Aristides Sousa Mendes tivesse um lugar no Panteão Nacional, o lugar onde ficam perpetuados os nossos ilustres. Como capelão do Externato Marista de Lisboa fiquei também bastante agradado ao ver nas salas das turmas do secundário, uma cronologia do século XX. E em todas elas constava a fotografia deste nosso grande herói. Comprovei que não só sabiam quem era, mas o porquê de fazer parte da história do século passado. Aos poucos vai-se redescobrindo esta figura de excelência nossa conterrânea, e quem dera que ficasse lembrado não tanto pela memória de um passado, mas pela urgência em dar continuidade às suas intuições e acções, tão importantes e actuais na construção de um mundo com mais res

Louvor da Eucaristia

Imagem
 Frei Luís de Granada, dominicano espanhol mas que passou grande parte da sua vida em Portugal, em 1561 publicou um pequeno livro " Vita Christi " (vida de Cristo), em que vai comentando os vários passos da vida de Cristo. Porque hoje é dia do Corpo de Deus, deixo o final da meditação que escreveu sobre a Última Ceia e o Lava-pés: " Quem poderá explicar os efeitos e as virtudes deste sacramento tão nobre? Porque com ele de uma maneira maravilhosa une-se a alma ao seu esposo, com ele ilumina-se o entendimento, aviva-se a memória, apaixona-se a vontade, deleita-se o gosto interior, aumenta a devoção, derretem-se as entranhas, abrem-se as fontes das lágrimas, adormecem-se as nossas paixões, despertam-se os nossos bons propósitos, fortalece-se a nossa fraqueza e toma-se fôlego para caminhar até a montanha de Deus.  Ó maravilhoso sacramento, o que direi sobre ti? Com que palavras te vou elogiar? Tu és a vida das nossas almas, o remédio das nossas feridas, o consolo dos nossos

A poesia da Quaresma - 7

Se sois riqueza, como estais despido? Se Omnipotente, como desprezado? Se rei, como de espinhos coroado? Se forte, como estais enfraquecido?  Se luz, como a luz tendes perdida? Se sol divino, como eclipsado? Se Verbo, como é que estais calado? Se vida, como estais amortecido?  Se Deus? estais como homem nessa Cruz? Se homem? como dais a um ladrão, Com tão grande poder, posse dos céus?  Ah, que sois Deus e Homem, bom Jesus! Morrendo por Adão enquanto Adão, E redimindo Adão enquanto Deus (Fr. António das Chagas)  

A poesia da Quaresma - 6

guia-nos, Deus, na viagem através do deserto até ao lugar da tua crucifixão e da tua Páscoa. guia-nos, Deus, da via cinzenta dos nossos dias à via gloriosa da tua cidade. seja este o tempo favorável para a confissão do pecado e do louvor, nós que vivemos na fragilidade do corpo nómada o imaginário do oásis e os lugares de repouso. guia-nos, Deus, para a inquietação que permanentemente te nomeia, Deus em Jesus Cristo e no Espírito consolador.

As saudades

Imagem
 Aqui deixo dois desenhos que dois amigos meu me entregaram hoje no início da missa, porque estavam com muitas saudades! Obrigado Margarida, obrigado Alexandre!      

A poesia da Quaresma - 5

Portanto farei uma escada no coração. E pelos degraus subirei da minha casa Até bater com o pensamento no altíssimo. Apagarei os passos e o cérebro como um rasto no deserto Sempre atento como a águia quando fixa o sol Sem pestanejar. Farei portanto a escada no deserto para fixar A luz. Da minha casa subirei sem palavras Em silêncio, portanto, pisando o coração.  (Daniel Faria)