Mensagens

A poesia da Quaresma - 3

Que coração tão duro, seco e frio Se poderá livrar do sentimento, Vendo num vagaroso movimento Fugir as claras águas deste rio?  Tamanho mal em tantos males crio, Que não fica lugar ao pensamento Para chorar sequer um só momento A secura, a dureza, em que me esfrio.  A corrente das águas, branda ou tesa, Mal pode desfazer minha secura, Pode mal abrandar minha dureza;  A saudade d’alma branda, e pura, Em que há-de acender minha frieza, Consiste na divina formosura. (Frei Agostinho da Cruz)  

A poesia da Quaresma - 2

Do alto deste monte, numa manhã assim, só há duas coisas a fazer: chatear deus ou deixar deus em paz. Minto. É claro que há uma terceira via (mas dá muito trabalho): fingir que não o vejo nem o oiço do alto deste monte na luz desta manhã. (A. M. Pires Cabral)

Santa Catarina de Sena e a Cadeira de São Pedro

Imagem
 Porque hoje se celebra a festa da Cadeira de São Pedro, deixo aqui uma bela oração de Santa Catarina de Sena escrita/rezada neste dia. Com quase 700 anos continua muito actual: " Escuta as nossas orações pelo teu vigário, o papa, guardião desta tua cadeira, da qual hoje celebramos a festa. Que o sucessor do velho e humilde Pedro te seja agradável, pois nos indica os remédios necessários para a Igreja. Eu digo que tu prometeste cumprir rapidamente os meus desejos, por isso com maior confiança te peço: não demores mais em cumprir as tuas promessas, ó meu Deus.  E vós, queridos filhos, já que agora somos nós os operários, é hora de se ocuparem da Igreja de Cristo, verdadeira mãe da nossa fé; para isto vos animo: uma vez enraizados na Igreja, sede os seus pilares. Trabalhemos todos juntos neste jardim da fé salvadora com o fervor da oração e das obras. Livres do amor próprio e da preguiça, coloquemos plenamente em prática a vontade do Deus eterno, que nos chamou a trabalhar na nossa

A graça do recomeço - homilia

Imagem
Começamos hoje, de uma forma muito diferente e se calhar nunca imaginável, o tempo da Quaresma. A Quaresma é um tempo e um rito. Um rito que tem muitos ritos dentro dela. Por exemplo, o rito da imposição das cinzas, que para muitos cristãos será hoje espiritual.  E podemos ver o rito de duas perspectivas: ou como rotina (mais uma quaresma) ou como um mecanismo que nos ordena (uma quaresma que traga novidade às nossas vidas). Antoine de Saint-Exupery, no Principezinho, define o ritual nesta segunda dimensão, que é a verdadeira. O principezinho pergunta à raposa o que é um ritual e a raposa responde-lhe: “É uma coisa de que toda a gente se esqueceu: é o que torna um dia diferente dos outros dias e uma hora diferente das outras horas”.  Todos os anos, quarenta dias antes da Páscoa, a Igreja reúne-se para dar início ao tempo de conversão (de regresso a Deus, como iremos cantar daqui a pouco) numa atitude de verdade e humildade. Aliás, atitudes indispensáveis que estão por detrás destas trê

A poesia da Quaresma - 1

Caminho deserto sem marcas nem flores, vou cantando amores que minh'alma busca. Sentindo, sem medo tão brandas as dores... Correndo e voando, Olhando o azul. Caminho sedenta, Sem pressa nem pausa... E o céu tão perto! (Maria Helena Branco)

Irmã Maria Domingos, op - in memoriam

Imagem
Faleceu hoje, na sequência do Covid, a Irmã Maria Domingos,  monja dominicana, fundadora do Mosteiro do Lumiar, encerrado há poucos anos. A Ir. Maria Domingos nasceu a 26 de Fevereiro de 1936. Ingressou no mosteiro de Fátima, onde fez o seu noviciado como monja dominicana. De lá partiu para o Porto, para o mosteiro dominicano que então havia lá. Em 1982, juntamente com outras irmãs, depois de terem passado algum tempo em Prouille (primeiro mosteiro da Ordem) fundam o mosteiro do Lumiar, propriedade que pertencia aos frades dominicanos irlandeses. A Ir. Maria Domingos distinguiu-se sempre pela sua forma de estar na Igreja e no mundo: simplicidade, humildade, discrição e muita alegria. Prioresa durante alguns mandatos foi sempre a alma do mosteiro, abrindo as suas portas e portões às várias pessoas e grupos que viam no mosteiro um lugar de acolhimento e de paz. Como a beleza está muito ligada à simplicidade, juntamente com as irmãs da sua comunidade cuidaram sempre, muito e bem, do exter

Caminhos de conversão

Imagem