À procura de um santo - um divertimento

Recebi um mail de uma amiga a pedir-me ajuda por causa de um Santo. As indicações que me dava eram só duas: São Grelotin, patrono dos fendedores (lenhadores). Perguntei para me orientar se ao menos se sabia o dia em que se celebrava. Respondeu-me: 20 de Fevereiro e que poderia estar relacionado com a festa dos loucos.
E comecei a pesquisa, que também não foi longa. Consulta de um calendário antigo, dia 20, dia de Santo Euquério, francês, mas monge. Não poderia ser patrono de fendedores. Consulta no novo calendário: o mesmo santo, o que quer dizer que não houve mudança de dia. Nova pesquisa: saber quem é o padroeiro dos lenhadores: São Fiacre, que viveu nas florestas e faz todo o sentido.
Última pesquisa: origem do nome. Grelot quer dizer guizo, sino, campainha. E, então, fez-se me luz: Pode não ser um santo mas, como é em épocas de Carnaval, pode haver uma brincadeira à volta desta figura. Festa dos loucos... O estranho era o dia 20... Lá lhe dei estes resultados, ao que me responde: Afinal é mesmo isso: o pseudo santo festeja-se sempre na terça feira de Carnaval (houve aqui um desfasamento no dia porque afinal celebra-se este ano a 21 de Fevereiro). Portanto, São Grelotin, o santo que não existiu, foi criado pelo povo, que o celebra na Terça-feira Gorda, ou de Carnaval, com a festa dos loucos.
Nestes dias, celebra-se o Carnaval em quase todo o país, mesmo não sendo feriado. No nordeste trasmontano a figura carnavalesca é o careto. Mascaram-se com máscaras de madeira, roupas coloridas e guizos (grelotins)!

(Fotografia de caretos de Podence, Macedo de Cavaleiros)

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A vida de São Macário

Oração para o início de um retiro