Duas crianças

Era criança e cuidaste de mim.
Esta é, Senhor, a bem-aventurança dos pequeninos.
Não escrita mas talvez dita
porque das crianças
e dos que são como elas é o Reino dos céus.

Um olhar, um sorriso,
um choro ou uma tristeza
um colo que nos é pedido
ou um abraço de ternura
são o calor humano
e a proximidade cristã
possível e presente
de um amor esquecido
mas que em nós se pressente.

Foste criança e cuidei de ti.
Cuida tu também de mim.
Dá um sorriso ao meu rosto
inocência ao meu coração
à minha vida a ilusão
de que tudo pode ser diferente
novo e ardente.

Sou também uma criança
brinca comigo
e sentirei a tua alegria e a tua paz.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro