A fé é cega


Muitas vezes a fé é representada como uma mulher com os olhos vendados e com uma cruz numa mão e na outra um cálice. A Carta aos Hebreus dá a seguinte definição de fé: "A fé é garantia das coisas que se esperam e certeza aquelas que não se vêem".
Neste domingo, no Evangelho da Missa, iremos escutar o episódio de Tomé, que tem uma atitude de incredulidade diante da notícia da Ressurreição de Jesus mas, quando o vê ressuscitado, passa a acreditar. Jesus remata o encontro dizendo que é feliz quem acredita sem ter visto.
Os postulados da fé não assentam no que se vê mas sim no que sabemos ser assim mesmo sem termos experimentado. E a prática da fé vai no mesmo caminho: o amor, a alegria, a esperança, a paz, são sentimentos que demonstramos porque sabemos que Cristo está vivo, no meio da comunidade unida e reunida, na escuta da Palavra e na comum união (comunhão) do seu Corpo e Sangue. Ninguém nos pode roubar a alegria incontida de sentirmos Cristo vivo em nós. Que sinais de Ressurreição testemunhamos na nossa vida e no nosso mundo? Bom Domingo!

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro