Bendita és tu entre as mulheres

A nossa caminhada de Advento termina com a figura sempre bela de Maria, a mãe de Jesus. O Evangelho narra-nos o encontro de duas mulheres agraciadas por Deus: Isabel, que concebe na sua velhice, e Maria, a cheia de graça, que concebe por obra e graça do Espírito Santo. Encontram-se as mães, encontram-se os filhos, e João exulta de alegria. Quem se encontra com Jesus encontra uma grande alegria no seu coração. Maria foi mãe e foi discípula. É mais feliz por ter acreditado que por ter concebido. São mais importantes os laços da fé que os laços de sangue. Maria é louvada pela sua fé. A fé faz-nos mudar de vida e viver a nova vida com alegria. Esse é o grande dom que Deus nos dá: pela fé renasce a esperança, a paz e a alegria nos nossos corações. Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro