Que devemos fazer?

A meio da nossa caminhada para o Natal, entramos no conteúdo da pregação de João Baptista. João não é um homem teórico. Ele ensina o que vive, quer pela sua própria vida, marcada pela austeridade, quer pelos conselhos que dá a quem dele se aproxima. Todos lhe fazem a mesma pergunta: que devemos fazer? Que devemos fazer para acolher o Reino de Deus? E João centra as respostas em duas atitudes: a partilha e a prática da justiça. A partilha e a prática da justiça são dois valores do Reino que o nosso mundo vai conhecendo mas em dose reduzida. Partilhar significa sair do egoísmo, da maneira cómoda de viver, de ser sensível para com a fome e as desgraças do mundo. E a justiça significa querer bem ao outro, reconhecer-lhe ou devolver-lhe a dignidade perdida. Não esquecer que são seres humanos como nós. Neste tempo de Advento as sociedades são mais sensíveis a estes dois aspectos: partilha pela solidariedade, justiça pelo perdão. Não deixemos nós de nos perguntarmos o que devemos fazer para que Jesus o seu reino nasçam em cada dia no nosso mundo. Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A vida de São Macário

Oração para o início de um retiro