Ao ritmo dos dias

8h - Oração de Laudes. A partir de hoje no oratório do convento, devido ao frio da igreja. Tenho pena de não ter resolvido o 'problema' do aquecimento da igreja. Torna-se incómoda o fria. Mas já não vou a tempo.
8.30h - Atendimento de pessoas que pedem para falar comigo. Em Roma, numa conversa com um frade mais novo que eu, dizia-lhe que umas das dimensões da vida de padre que nunca pensei que iria exercer, nem nunca fomos preparados nem nas Ordens Religiosas nem nos Seminários, é esta do atendimento das pessoas. Muitas vezes é ouvir; noutras é aconselhar, tentar encaminhar, ajudar...Faz-se o que se pode mas com muita ajuda de Deus, claro está.
10.30h - Celebração nos Maristas com crianças do pré-escolar. A alegria dos miúdos comove-me. A uns conheço-os, outros conhecem-me de virem cá à Missa, e outros da Missa de Natal da terça-feira passada. Uma menina, ao ver-me de túnica, exclamou: Outra vez Natal?
As celebrações com estas crianças são muito básicas para adultos mas muito densas para elas. Creio que lhes consegui transmitir que há uma pessoa mais importante que o pai-natal, que é Jesus. Para crianças entre os 3 e os 5 anos já é uma boa dose.
12h - Uma hora 'livre' para poder adiantar coisas para o retiro. Quanto mais adiantar hoje mas liberto fico para amanhã.
14.30h - Funeral. Eu que dizia que só fazia funerais de pessoas conhecidas, agora já não é bem assim. Mas faz parte da nossa missão de padres. Além de ajudar o pároco, algum bem se vai fazendo a quem nos ouve.

17h - Missa no Mosteiro do Lumiar. Costuma ser de manhã, mas hoje passou para a tarde. A mais valia de celebrar Missa a Monjas de clausura é que, normalmente, estão em casa, e a Missa pode ser fora das horas estabelecidas. À ida, enquanto espero o metro, vejo um anúncio com contagem decrescente para o fim-do-ano: 16 dias, 7 horas, 32 minutos, 33 segundos. Não há nada mais ultrapassado do que o tempo. A esta hora já está tudo desatualizado.
21.30h - Primeira reunião do grupo de preparação para o Crisma. Grupo simpático e com vontade. Que Deus os conduza a bom termo.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro