De regresso

A gastar as últimas horas em Roma. Os trabalhos correram bem, os que chegámos a comissão gostámos de nos conhecer e os três temos um mesmo objetivo: que a liturgia seja um sinal de unidade na Igreja.
Ontem foi um dia muito importante para os três. Fomos ver o mais precioso livro da Ordem Dominicana, o Prototipus Humberto Romanus, que é um livro de catorze livros, o primeiro que em que se reúne toda a matéria litúrgica da Ordem. É um manuscrito do século XIII, bem guardado e não acessível. Foi emocionante porque quem se interessa pela liturgia dominicana tem este livro como referência e foi, no século XIII o primeiro grande gesto de unidade da Ordem, através da liturgia.
Porque este livro não se mostra muitas vezes, convidámos outros estudantes de liturgia, que estão a estudar aqui em Roma. Como ningúem quis tocar no livro coube-me a mim fazê-lo.
Da parte da tarde fui a um outro sítio muito importante para nós Dominicanos: o mosteiro de São Domingos, onde está uma comunidade de monjas. Esta é a terceira comunidade, desde os tempos de São Domingos. São Domingos, fundou em Roma uma comunidade de monjas, o mosteiro de São Sixto. Séculos mais tarde mudaram-se para um outro mosteiro, onde agora funciona a universidade dos dominicanos "Angelicum" e, nos anos 30, mudaram-se para um outro sítio, um pouco mais afastado da cidade, no Monte Mário, onde construíram um mosteiro ao lado de uma igreja ali existente, do século XVII, dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Ali encontrei  muitas relíquias, como o breviário de São Domingos ou a mão de santa Catarina ou ainda a mesa de São Domingos onde, como conta a história da sua vida, estando São Domingos à mesa com os seus irmãos, não tendo que comer, rezaram e dois anjos vieram servi-los. Por sorte deixaram-me entrar na clausura e, depois da visita, um encontro fraterno com as irmãs, acompanhado de Limoncello feito por elas, onde se falou sobretudo da liturgia...
Foi um dia emotivo. Agora, feitas todas as despedidas, regresso a Lisboa com trabalho (mais trabalho!), para o próximo encontro, em Junho do ano que vem. Arrivederci Roma!






(fotografias: a primeira, o protótipo de Humberto de Romans; a segunda representação do milagre de São Domingos, pintado sobre a tábua da mesa onde aconteceu o milagre)

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A vida de São Macário