A oração Colecta da Missa








A primeira oração das Missas tem o título de Colecta. Chama-se assim porque é a oração do presidente da celebração que recolhe as orações dos que estão a celebrar a Missa. No Missal vem a indicação de que entre o Oremos e a oração propriamente dita deve haver um momento de silêncio para que cada um, no seu coração, faça a sua oração a Deus. Depois, então, o presidente faz a colecta das orações com a oração que vem indicada no Missal.
A oração colecta deste 30ª semana do Tempo Comum pede a Deus que nos aumente a fé, a esperança e a caridade porque para merecermos alcançar o que Ele nos promete, devemos amar o que nos manda.
É uma oração pequena, mas que pede humildemente a Deus aquilo que só Ele nos pode dar: a fé, a esperança e a caridade.

Nesta semana, como já escrevi, preguei um retiro sobre a Fé. Não me fiquei só na fé porque precisamos também da Esperança e da Caridade para que a nossa fé seja, perfeitamente dom e virtude. Ontem fui pregar uma recoleção (dia de retiro) às Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena. Irei, aliás, mensalmente. Falei-lhes destas três virtudes a celebrar no Ano da Fé e para além do Ano da Fé. No fim, enquanto estava na quinta a arrancar couves e cenouras para trazer para o Convento, uma irmã deixou-me um papelinho com um recado e com uma quadra sobre a Caridade. A letra é bonita, trémula pela idade. Reproduzo aqui a ternura do bilhetinho "Esperei, mas vou-me. Gostei muito de o ver e ouvir. Volte. Boa viagem e um beijo da Ir..." e a candura da quadra: "Caridade é a virtude / Mais querida do Senhor. Não se irrita, é paciente / Caridade é Amor".
(Imagem: Sanzio Raffaello, As virtudes teologais [fé, esperança e caridade], 1507)

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A vida de São Macário