Depois do dia de Natal

Para mim é impensável o Natal sem Bach. Faz parte da música que escolho para me acompanhar nestes dias. Antes do dia do Natal as cantatas do Advento e, no dia 26, o Oratório de Natal. O tom alegre, jocoso, faz alegrar os tristes e rejubilar os alegres. Ninguém pode ficar insensível às harmonias de tons e sons, instrumentos e vozes de uma cantata ou do Oratório. A letra é espiritual, devota até, mas que eleva e leva-nos a rezar. Como por exemplo este coral que é uma oração e que tão bem fica neste primeiro dia de Natal:

 Como poderei acolher-te, 
e como poderei aproximar-me de Ti?
Ó Tu, que o mundo deseja, 
Tu que és o adorno da minha alma!
Ó Jesus, Jesus, vem, 
tu mesmo ilumina-me com a tua luz 
para que eu aprenda e saiba 
o que fazer o que te agrada.


Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro