A humildade como fonte de santidade

Hoje de manhã, depois de vir das compras e enquanto estava a arrumá-las com um irmão, falámos da intelectualidade e da arrogância que às vezes os que se acham intelectuais têm. E chegámos à mesma conclusão: Só se é intelectual quando se é humilde.
Nem a propósito do dia de hoje, em que nós, dominicanos, celebramos a festa do grande São Martinho de Porres. Homem simples e humilde, que soube conviver com o facto de ser filho bastardo e mestiço, porteiro do convento de Lima, pôs ao serviço dos irmãos e dos pobres o que tinha aprendido de medicina.
Homem evangélico, aprendeu de Jesus a simplicidade e a pobreza, a humildade e a alegria de servir.
Exemplo para a Igreja e para a Ordem Dominicana de que a santidade é multiforme mas que só se alcança trilhando o caminho da humildade.

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro