Oração para a undécima hora da vida do Pregador

Aqui deixo, nesta noite, uma oração de Santo Aberto Magno, inspirada na parábola dos trabalhadores da vinha (Mt 20, 1-16), para ser rezada pelo frade pregador na undécima hora (a última hora) da sua vida:
Senhor Jesus Cristo, Pai eterno, que me chamaste na primeira hora da manhã para a tua vinha e que me conduziste desde a minha juventude para trabalhar na vida religiosa, para obter o denário da vida eterna; quando vier a tarde do julgamento onde tu darás aos trabalhadores o seu salário, que me darás tu a mim que estive todo o dia da minha vida ocioso, não só na praça pública da vida secular, mas também na vinha da vida religiosa? Ó, Senhor, tu que não pesas as nossas ações na balança pública mas na balança do santuário, faz com que eu me arrependa ao menos na undécima hora e, que eu não seja invejoso porque tu és bom. Ámen.

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro