Agora, sim, de férias

Este post é necessariamente pequeno porque pouco tenho a dizer e quase poderia ser uma mensagem de twitter: entrei de férias. Hoje celebrei a última Missa de obrigação. Agora impõe-se um tempo de descanso. Assim o espero. Não serão férias absolutas nem luxuosas; são só um abrandamento do ritmo puxado dos últimos tempos. Agora é tempo de v isitar e revisitar lugares que me dão paz. E bem dela preciso.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro