Apesar do Natal ir alto


Já o Natal chega ao fim dos seus dias. Aos poucos vão desaparecendo os sinais das luzes, desfazem-se as árvores e os presépios vão para as caixas, bem enroladinhos para nada se partir.
Mas o mistério continua para além dos arrumos e das épocas. Porque Ele veio até nós para ficar, porque Ele é o Emanuel, O Deus-sempre-connosco, que tantas vezes procuramos fora de nós sem saber que Ele está dentro de nós. Este Menino que faz despertar a nossa infância e a sermos dóceis e puros como as crianças. Este Homem que faz despertar em nós palavras de acolhimento e proximidade, e nos pede que o ajudemos a libertar e a consolar os mais pobres e mais frágeis. Este Deus que merece o nosso louvor e adoração e nos traz a salvação. Ele é o Menino Jesus, o Filho de Deus, o Cristo da nossa fé.
Numa das missas de Natal (pré-Natal), passou-se no momento de Acção de Graças um clip de uma música "Emmanuel", de que gostei particularmente. Um Irmão Marista acaba de mo enviar. Eu voltei a ouvir e gostei. E agora partilho-o consigo, mesmo se o Natal já vai alto.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A vida de São Macário

Oração para o início de um retiro