Trabalhos de Roma

De novo em Roma. E de novo para a reunião da Comissão Litúrgica. Acumula-se o cansaço dos dias precedentes e mais estes, inerentes ao cargo de presidente da Comissão., como coordenar as reuniões, escutar e falar em várias línguas, apesar das limitações... Logo de manhã, ida ao Vaticano, para tratar de um assunto específico da tradução de um Próprio da Ordem. Depois da reunião, que durou certa de uma hora, marcação de um novo encontro, desta vez com um arcebispo, para nos apresentarmos e continuarmos este e outros assuntos pendentes.
Ao mesmo tempo, os outros membros trabalham nas celebrações do Jubileu da Ordem. A coisa vai e, se Deus quiser, termina-se durante a semana.
E por tudo isto, só à tarde se deu o início oficial à reunião plenária da CLIOP. Palavras de boas vindas, de apresentação de um novo membro, vietnamita, que na última vez não pôde estar, por não lhe terem concedido visto.
E vamos bem lançados. Teremos tempo, inclusivamente, para ir visitar o mais antigo mosteiro de monjas em Roma, ainda dos tempos de São Domingos. Mas isso dará espaço a um novo texto.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A vida de São Macário

Oração para o início de um retiro