Em jeito de diário

Domingo, 18 de Julho de 2011



8.30h - Laudes: Salmos do Domingo primeiro. De tanto rezar estes salmos já quase os sei de cor. Mas o das criaturas ainda me escapa. Só se aprende o refrão: bendizei o Senhor. Orações pelo fr. José Manuel que hoje toma posse. Que Deus lhe dê força e o Espírito Santo o ilumine.

12h - Missa Conventual: A igreja recompõe-se de novo. Começa a transbordar. É bom ver gente atenta ao que se diz e estar à saída a cumprimentar.

16h - Missa em São Domingos de Benfica: Muito escreveria em plano privado. Escrevo só o que não compromete. Acaba, finalmente, um tempo de tensão. Bastantes padres, uns com mais privilégios que outros. Que adianta pregar sobre os últimos serão os primeiros quando os primeiros ficam chateados por serem os últimos? O P. José Manuel Pereira de Almeida é um bom padre. Falou pouco e bem. Foi afável no trato. Pensava que daria um bom bispo mas, se calhar, é melhor que continue só padre. O novo pároco tem presença. Que Deus o conserve. Não pude ficar para os discursos finais.

17.45h - Missa no Campo Grande: Tive de sair antes do final da Missa de São Domingos. Retomamos as Missas do Campo Grande. Tinha saudades. Como é tradicional, antes da missa, o abraço do pároco, de agradecimento pela colaboração. Missa com dois batizados. Duas meninas. Também Missa de 7º dia do Simão Pedro. Quanto tempo será preciso para fazer o luto?

20.30h - Jantar com a comunidade: Depois da Missa, boleia para o Convento para preparar o jantar. Hoje mais tarde que o habitual para ter tempo de preparar tudo. No fim do dia, já na calma da Comunidade, um jantar de festa. Não quer dizer luxuoso... melhorado. Todos contentes e descontraídos.

Depois do jantar, já no sossego, apanhar ar no pátio. Estivemos três: dois frades e um hóspede. Conversa muito interessante. Gente de fora e mais nova no Convento só nos faz bem.

Terminei de ver uma série sobre a vida da Duquesa de Alba. Quem te viu e quem te vê. Uma mulher forte, que várias vezes teve de se impôr para que não a ultrapassassem. Tudo o que criticou no pai repetiu nos filhos, pelo menos na série. Una valiente!

(imagem: iluminura do séc. XV sobre o mês de setembro)

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro