A missão de Jesus continua em nós

Jesus não anuncia a boa-nova de Deus sozinho. Quis rodear-se de amigos, companheiros, discípulos ou apóstolos, como quisermos chamar, podendo os Doze ter sido tudo isto para que, depois dele, esta boa notícia não ficasse sufocada mas pudesse ser anunciada até aos confins da terra.
Hoje continuam actuais as preocupações de Deus para com o mundo. Porque o mundo, embora não compreenda ou não aceite, precisa de Deus. “Quem enviarei? Quem irá por nós?”, pergunta Deus. “Eis-me aqui: podes enviar-me”, responde Isaías.
Todos nós temos uma vocação comum no anúncio do Evangelho. Não há privilegiados nem pregadores de primeira. A mensagem é mais importante que o profeta ou o pregador. E a mensagem não pode ficar por anunciar. Será que Deus pode contar comigo?
Bom domingo.

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro