Um minuto para pensar a Quaresma - 2

Partilhar, Rezar, Jejuar
Estes são os três convites tradicionais da Quaresma. Três propostas para nos concentrarmos no essencial. Um caminho essencial que transforma as relações e as nossas maneiras de viver, não para as julgar ou denunciar mas para nos tornar livres. Estes três verbos podem fazer-se acompanhar de três adjectivos que os qualificam mais claramente: gratuito, interior, leveza.
A partilha gratuita, sem cálculo, sem dar comedidamente, é aprender ou reaprender a ser feliz, fazer crescer a alegria à sua volta, na medida do possível. Que liberdade em relação aos outros!
 
Oração interior na experiência do silêncio: uma oração que se parece menos com o alinhamento de sons ou palavras, mas que é uma abertura do coração à Palavra que Deus hoje me dirige. Que descoberta impressionante!
Jejum, enquanto leveza. Não uma cara feia da Quaresma com o Evangelho, mas a leveza de um perfume na cabeça. Afastar-se da cólera, das palavras negativas, da tristeza ou dos remorsos que impedem a fraternidade. Encontrar a naturalidade nas relações. Que alegria a partilhar!
(Traduzido de um retiro de Quaresma online)

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro