Apesar do cansaço... feliz

Semana de muito trabalho, muitas movimentações e de estar com muitas pessoas. Por isso não tenho passado por aqui. A matéria é mais que muita, daria para escrever várias coisas ao dia ou num dia várias coisas. Mas a escassez de tempo não me permite. Por isso, enquanto espero uma boleia que me levará a Santarém, para celebrar com um grupo de peregrinos a pé para Fátima, aqui deixo algumas fotografias de uma celebração de ontem, que fiz com crianças e idosos, para assinalar a quinta-feira da Ascensão.
 

 
(Esta última fotografia não tem nada a ver com a celebração de ontem, mas sim com uma outra celebração que fiz numa nova e bonita igreja de Lisboa. Quanto tirei a fotografia pensei logo no título do post que ia escrever: Como se consegue rapidamente estragar uma igreja nova e bonita. Esta fotografia é um pormenor do ambão [estante de onde se lêem as leituras e se faz a homilia]. Além do recheio da igreja, que é horrível e de extremo mau gosto, este ambão está cravejado de avisos sobre o modo de ler bem e, pior que isso, tem um relógio exageradamente grande para que, digo eu, o padre não se alongue na homilia. Pormenor: o relógio estava uma hora adiantado. Imagine-se!)
 
 
 

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro