O baptismo da Clara

Hoje foi baptizada a Clara. Além de ter sido eu a baptizar, os pais tiveram a amabilidade de me convidar para ser o padrinho. Pais que admiro, não pelo convite mas pelo caminho de aproximação e integração na Igreja. E mais não os gabo para não os estragar.
Confesso que gosto mais dos baptismos do que dos casamentos. Ao olhar para quem baptizo vem-me sempre à mente a história da semente: uma semente que plantamos no dia do baptismo e que, a partir de hoje, os pais, padrinhos e familiares terão de regar, cuidar, fazer crescer, com a graça de Deus, para que ela um dia, se sinta amada e querida por Deus.
Neste final de dia faço esta oração a Deus:

Abençoa e protege, Senhor, a Clara e a sua família.
Protege-a do mal e do desamor,
protege-a dos perigos
e do que não faz crescer.
Abençoa-a com a tua presença,
acompanha-a com as tuas mãos ternas
e abraça-a com a força do teu amor.
Que ela, como Jesus,
cresça em sabedoria, estatura e graça

diante dos teus olhos e dos nossos,
e que a semente da fé que hoje depositámos no seu coração

venha a dar frutos de fé e de boas obras,
e a sua vida seja um perfume do teu amor
no meio dos que a rodeiam. Ámen.
(fotografia do bolo do baptizado, feito pelos pais da Clara).

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro