Não cair na tentação

Começamos hoje o primeiro domingo da Quaresma.  A Liturgia deste tempo pauta-se pela austeridade. As leituras introduzem-nos no espírito quaresmal. No evangelho escutaremos, como todos os anos, o episódio das tentações de Cristo, ou a sua ida para o deserto, onde esteve quarenta dias. Uma experiência difícil porque também ele foi tentado. Jesus sabia como é fácil ser tentado e como é difícil não cair na tentação. Por isso, no Pai-nosso, ensinou-nos a pedir a Deus que não nos deixasse cair na tentação. Tentação no singular. Porquê? Porque ao longo da história da humanidade, e desde o seu início, a tentação do ser humano é só uma e sempre a mesma: querer ser Deus.
Primeiro domingo da Quaresma, tempo de deserto, tempo de tentação. A Palavra de Deus pode ajudar-nos a travá-la e a oração a combatê-la. Dispostos a aceitar que Deus seja o nosso Deus? Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro