Alexâmenos


À primeira vista esta imagem pode não nos dizer nada. Podia ser até interpretada como um graffiti, ou então um desenho de um miúdo de seis anos.
Mas pensar que esta é a primeira representação da crucifixão de Cristo... É mesmo isso. E arrepia. Nós, que agora somos um grande grupo, reconhecido e com influência no mundo, fomos perseguidos, gozados, torturados e até mortos por causa de um homem crucificado.
Descobri esta imagem há três anos, quando preparava um curso de antropologia cristã. Hoje, ao dar volta às imagens que tenho no computador, vi esta e decidi fazer um post.
Esta imagem tem dois significados: o primeiro, e mais óbvio, é que se trata de gente anti-cristã, dos primeiros séculos do cristianismo, que decidiu deixar para a posteridade o ridículo que era, na altura, ser cristão. E então desenharam isto: um homem com cabeça de burro, crucificado; e em baixo um homem com uma inscrição em grego que diz: «Alexâmenos adorando o seu deus».
O segundo significado é o que já referi há pouco: no principio do cristianismo era duro ser cristão. Hoje, que temos liberdade religiosa, que não somos presos nem mortos por sermos cristãos (às vezes somos gozados, é verdade), Cristo não altera a nossa vida mas queremos que altere a vida dos outros...
Lembro-me, hoje, dos que nos países contrários à fé, são perseguidos e mortos por serem de Cristo. Conforta-me, e espero que conforte também aqueles que sofrem, aquela passagem de Jesus que diz: "No mundo, tereis muitas tribulações; mas tende confiança: eu já venci o mundo" (João, 16, 33).

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A fecundidade do casal