Os novos Santos Óleos


Todos os anos, por estes dias, faço a distribuição dos Santos Óleos para os vários sítios onde são necessários: Convento, Hospital e ainda a Comunidade das Irmãs do Ramalhão. Este ano calhou no dia de hoje.
Estes Óleos, vindos da Sé, benzidos pelo bispo, em quinta-feira santa, são três: Catecúmenos, Crisma e Enfermos. Dizemos óleos mas, na verdade são azeites. Os dos catecúmenos e dos enfermos são puros, enquanto que o óleo do crisma, o mais "importante" e mais que benzido é consagrado, tem uma mistura de perfumes e, portanto, torna-se um azeite perfumado. Não é por acaso é que é azeite. É o suco da oliveira, que contém todas as virtudes. Foi usado para muitas coisas, como para iluminar (as candeias de azeite), e até para curar. No mundo bíblico era usado para ungir os reis, sacerdotes e profetas. Actualmente os óleos são usados para circunstâncias muito especiais: o dos catecúmeos para os que vão ser baptizados; o Crisma para a unção pós baptismal, para o Sacramento do Crisma e nas ordenações de padre e bispo; o dos enfermos é usado para ungir os doentes.
Antigamente, esta bênção era feita em latim, e cantados uns versos muito bonitos que descreviam o que significavam. Aqui fica uma tradução "sofrível", do que se cantava em procissão com os Santos Óleos depois de serem abençoados:

Ó Redentor, aceitai o cântico dos que vos louvam em coro.
Escutai, juiz dos mortos,
única esperança dos mortais
escutai a voz dos que vos trazem
os primeiros dons da paz.
A árvore, fecunda de sublime luz
produz este óleo para ser consagrado,
e que o povo aqui traz
em oferta ao Salvador do Universo.
Junto ao altar, implorando com humildade
está o Pontífice com a sua veste;
ele exerce o seu ofício
na consagração do Santo Crisma.
Digno Soberano da Pátria eterna,
consagrai este óleo
símbolo da vida
contra o poder do demónio.
Pela unção do Santo Crisma,
renovai o género humano
para que seja restabelecida
a glória da dignidade pedida.
Quando a alma se lava na fonte santa,
a falta desaparece,
quando a fronte é ungida,
fica cheia dos dons do Espírito Santo.
Vós que saístes do seio do Pai,
e abençoastes o seio da virgem,
retirai da morte e iluminai
os que são ungidos com o Crisma.
Que este dia seja para nós
de alegria pelos séculos dos séculos
seja santo pelos dignos louvores
e que dele não nos esqueçamos.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A vida de São Macário