Sufrágio




A palavra sufrágio tem vários significados. Na política está relacionada com votos, eleições. Um outro sentido, mais geral, é o de adesão, aprovação. No campo religioso está ligada às orações pelos defuntos. Hoje, dia 8, a Ordem Dominicana sufraga os pais e mães dos Irmãos que já faleceram. De facto, os Dominicanos somos conhecidos pelos sufrágios. Há até um dito eclesiástico que dizia que o ideal religioso era nascer nos beneditinos, viver nos franciscanos e morrer nos dominicanos. E nas nossas orações pelos defuntos, hoje lembramos os pais dos irmãos, num duplo sentido, ambos de grande reconhecimento: em primeiro lugar porque nos precederam na fé e depois, porque abdicaram de nós, e talvez dos seus sonhos e projectos em relação a nós, para que fossemos felizes numa consagração a Deus e aos irmãos. De facto, ao longo da História da Ordem há casos dramáticos de pais que se opuseram à entrada dos seus filhos nos Dominicanos: São Tomás de Aquino teve que esperar pela maioridade para poder entrar; a mãe de Santa Catarina de Sena vivia numa grande tristeza pela vida austera de consagração da sua filha... Mas também há casos de grande felicidade. Por isso a Ordem está-lhes agradecida. E os filhos rezam pelos seus pais, agradecendo-lhes o dom da vida e a paciência e empenho na educação e missão dos seus filhos. Que Deus me dê e a todos os que precisarem, o dom do reconhecimento, de que uma vida não se constrói sozinha e muitas vezes ela é suportada pelo dom da vida dos nossos pais.
(imagem: Caspar David Friedrich, Cemitério com neve, 1826)

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A vida de São Macário