Dia de Santos


Hoje, nós, Dominicanos, celebrámos a festa de todos os santos da Ordem dos Pregadores. Oito dias depois da celebração de todos os Santos, hoje é uma festa particular: todos aqueles e aquelas, canonizados ou beatificados, que a Ordem Dominicana "deu" à Igreja. E são muitos! A começar pelo nosso fundador, São Domingos e a acabar em São Francisco Coll, o último a ser canonizado (no mês passado).
Para além desta festa há mais algumas. É também o dia mundial da Família Dominicana. E fazem parte desta grande família as monjas, os frades, as irmãs de vida activa e ainda os leigos. Em Portugal a festa foi em Fátima. Eu não pude ir. Mas fiz uma coisa que já há muito havia de ter feito e que andava a adiar: ligar a três mosteiros, dois de Espanha e um de Portugal, a desejar as boas festas e matar saudades. O primeiro foi o mosteiro da Encarnação em Baiona. Está lá, há duas semanas, uma monja que vivia no Mosteiro de Lamego. Liguei-lhe, falei com ela, está feliz, sente-se bem, é o que importa. Depois, liguei para Cangas del Narcea, nas Astúrias. Lá está "desterrada" uma irmã com quase oitenta anos, quer conheci, de passagem, em Fátima. Muito atrapalhada com dores no corpo, já pouco faz na comunidade. Mas talvez faça muito: reza. Confidenciou-me que se levanta todos os dias às cinco da manhã para rezar e que reza por mim. Que Deus a abençoe. Finalmente, Mosteiro de Lamego. Conversa rápida para saber como está a Prioresa, que tem estado doente, como vão as irmãs e ainda a promessa de lá ir qualquer dia.
Estas mulheres, com as suas virtudes e seus defeitos, são mulheres de Deus. A Ele se entregaram e para Ele querem viver. Elevam a Igreja e o Mundo com as suas orações. Ajudam-nos a nós, dominicanos, com a sua comunhão espiritual. O mundo vive no ter; elas vivem para ser... Santas de Deus.
Para matar a curiosidade, nesta fotografia podem ver a Comunidade do Mosteiro de Lamego.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro