Luzes escondidas


Se olharmos à noite para o céu estrelado, o que vemos? A lua, formosa e brilhante, as estrelas que cintilam, as constelações mais ou menos nítidas. E achamos tudo de uma grande beleza e simplicidade. Mas esquecemo-nos do principal. É que, se há luz no firmamento, é graças ao Sol, que não se vê mas que ilumina e dá sentido a uma noite de céu aberto. Assim é na nossa vida. Às vezes olham para nós, acham-nos brilhantes, com luz própria, esquecendo-se que há um sol, que por discrição se colocou em segundo plano para iluminar estas pobres luzinhas celestes. Este post fica aqui escrito para lembrar aquelas pessoas, chamo-os de amigos, que têm a humildade, a amizade e a força de, na sombra, iluminar.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

Oração para o início de um retiro

A fecundidade do casal