Aos pés do Mestre

No evangelho deste domingo iremos a Betânia, e entraremos, com Jesus, em casa de Lázaro, Maria e Maria. Apesar de ser um acontecimento da vida de Jesus, acaba por ser uma parábola em acto sobre o discípulado. As duas atitudes dos discípulos de Jesus são as mesmas destas irmãs: aos pés do Mestre e ao seu serviço. Jesus chama a atenção para o hiper-activismo de Marta (e de alguns cristãos), que não pára para escutar Jesus (oração, contemplação, vida sacramental). Esta é a melhor parte, que o discípulo de Jesus não pode descurar.
Em tempo de férias, em que nos desculpamos durante o ano com as preocupações do activismo do trabalho, da família e outras coisas, e em que Deus fica “prejudicado”, esta parábola deveria ajudar-nos a ter consciência da importãncia de “gastar tempo” aos pés de Jesus. Não será nunca tempo perdido, porque é o tempo de Deus. Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro