A melhor homenagem ao pai é ser pai

Hoje é dia de São José. E em boa hora o dia do pai. Tenho devoção a São José e uma grande admiração pelo meu pai. Olhando para trás consigo perceber os sacrifícios que fez por mim e pelo meu irmão para que nas nossas vidas não se repetisse o que de trabalho e dificuldades tiveram de suportar. Graças ao meu pai (e à minha mãe) nunca soube o que era fome como eles souberam, nunca soube o que era estudar e trabalhar no campo, como eles eram forçados, nunca soube o que foi ter de sair da sua terra para melhor ganhar a vida.
Hoje, em dia de São José, olho para os dois com emoção. Também São José deve ter abdicado de muita coisa da sua vida em função do seu filho, deve ter trabalhado bastante para que nada faltasse à casa, deve ter apanhado uns valentes sustos das ameaças contra o Menino.
Olhando para São José dou graças a Deus pelo meu pai e por ser pai. Sim, mesmo padre sinto-me pai. Como no outro dia em que uma criança me ofereceu um desenho, ou na terça-feira em que uma bebé da Ajuda de berço adormeceu no meu colo, ou ainda ontem uma outra criança da Ajuda de Berço não me deixou vir embora sem me vir dar um beijo e um abraço. Ser pai é, para mim, a melhor homenagem que posso render ao meu pai.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro