O Templo do corpo

Não sei se o ser humano alguma vez entenderá o alcance da expressão das primeiras páginas da Bíblia, em que se diz que o ser humano foi criado "à imagem e semelhança de Deus". Somos diferentes do resto da criação e, por isso mesmo, assim como Deus nos deu este mundo para que cuidássemos desse sem o estragar, também devemos cuidar de nós, do nosso corpo, sem excessos mas também sem desleixo. Cuidar do nosso corpo para que ele seja uma glorificação de Deus e não um exibicionismo. O Evangelho deste domingo fala-nos do tempo do corpo de Jesus e também o nosso. São Paulo, numa das suas cartas diz: o templo de Deus é santo e vós sois esse templo. O nosso corpo (a nossa existência) não está destinada à corrupção do túmulo mas sim à eternidade de Deus. Até lá glorifiquemos a Deus com o nosso corpo, não deixando de estar atento às desfigurações dos outros corpos, macerados pela doença e pelas injustiças. Ainda que desfigurados continuam a ser habitação de Deus. Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

Primeira Comunhão

São Bruno