Livros recebidos

Hoje foi dia de receber livros no Convento.
À hora do almoço chegou o número 25 dos Cadernos ISTA, dedicado ao fr. José Augusto Mourão, seu  Presidente, falecido em 2011. Traz um poema inédito, uma conferência, e também o seu extenso curriculum. A segunda parte deste Caderno consta de índices de autores e ´títulos das conferências publicadas.
E acabo de receber, também, um livro do qual fui coordenador: Santos e Celebrações da Ordem dos Pregadores. É publicado pela editorial Apostolado do Rosário, com 197 páginas. Traz a vida de todos os santos e beatos dominicanos e a sua respectiva oração. Traz também publicado, e pela primeira vez, o Calendário Litúrgico da Ordem para a Província de Portugal. Um trabalho de equipa, com grande mérito dos que o ajudaram a construir, que certamente ajudará a difundir a história e espiritualidade dominicana, e que estará à venda nos conventos dominicanos e na livraria Verdade e Vida, em Fátima.
Aqui deixo a Apresentação que fiz para o livro:
Este pequeno livro é o primeiro resultado das traduções dos livros litúrgicos da Ordem dos Pregadores, que tem vindo a ocupar vários membros da Família Dominicana de Portugal e do Brasil.
O conteúdo deste livro que o leitor tem nas suas mãos, irá fazer parte, no futuro, dos vários livros Litúrgicos: Missal e Leccionário OP e Liturgia das Horas.
Tendo sido aprovado o Calendário Litúrgico da Ordem dos Pregadores para a Província de Portugal – o primeiro passo para a tradução e adaptação dos livros acima citados – pôde proceder-se igualmente à tradução, a partir do texto latino, dos formulários litúrgicos das celebrações do Tempo e dos Santos da Ordem.
Por isso, nesta obra, o leitor encontrará o calendário litúrgico aprovado e, para cada celebração, uma pequena introdução histórica ou biográfica, seguida da oração colecta do santo ou da celebração que se celebra, e também o ‘elogio’ do Martirológio Romano, que consiste num pequeno parágrafo que nos dá a indicação do essencial da celebração. No caso dos santos ou beatos, o elogio começa por dar a indicação do lugar da morte e depois em que se destacou a vida do santo ou beato que se celebra.
Este trabalho não se deve a uma só pessoa. Por isso, nesta apresentação, deve agradecer-se a quantos e quantas colaboraram no árduo trabalho de tradução, adaptação e revisão de textos tão importantes, como são os que usamos na liturgia.
Que este livro de espiritualidade e oração da Família Dominicana a todos ajude no caminho de santidade, desejo de Deus para toda a humanidade: “Sede santos porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo” (Lv. 19, 2).
(A fotografia foi tirada hoje, quando ia a sair do Convento e vi este magnífico arco-íris. Lembrei-me do dia de hoje, festa do Sagrado Coração de Jesus, e dei a este arco o nome: Arco da misericórdia, do amor e do perdão de Deus)

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro