Que fizemos da Eucaristia?

Celebrar a festa do Corpo de Deus a um domingo – esta será a primeira vez na história de Portugal – pode ajudar a revitalizar o que se entendia como devoção. A celebração da Eucaristia centra-nos no essencial: perceber no pão e no vinho os sinais da entrega e do amor de Cristo pela humanidade, perceber que a comunidade os celebra ao mesmo tempo como sacrifício e banquete e que, o pão consagrado que partilha na fé compromete-a na partilha do pão que alimenta e dá dignidade aos que passam necessidades. Várias perguntas se colocam ao celebrarmos a Eucaristia dominical: Que fizemos da Eucaristia? Um acto social? Um hábito dos domingos? Um “aperitivo” de qualquer coisa que vem depois? Bom domingo!

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro