Coisas do céu

Se eu, ao mostrar esta fotografia, disser que foi tirada esta tarde, por volta das seis, algumas pessoas não irão acreditar. Mas foi. Das 15.30 às 17.30h, nesta zona do Alto dos Moinhos, Pontinha e Colégio militar, fomos atacados com trovoada, chuva e saraiva! Mas literalmente. Ao som do primeiro trovão - grande nuvem negra pairava sobre o convento - saí de casa, enquanto não chovia, para ir para o hospital. Tinha de passar no Colombo e, por isso, mesmo que chovesse, podia esperar lá porque a coisa era passageira. Pois ao sair de casa começaram as primeiras gotas grossas; quando saí no Colégio militar a coisa estava mais feia mas, quando entro no centro comercial e olho para trás... só percebi que era granizo porque o barulho era tanto (os tectos do Colombo são de vidro) que deu para ver que não era só chuva. E foi, bem à vontade, mais de 10 minutos a cair do céu aqueles berlindes de gelo. Mas comigo tudo bem. Deu para ir ver uns livros e uns CDs. Quando vou para sair, já o gelo tinha parado e a chuva amainado, mas não consigo sair do Colombo. Motivo? Inundação. Tudo molhado. Lembrei-me então de uma saída no piso 1, que me serviu para chegar ao hospital. Depois tudo acalmou. Se boda molhada é boda abençoadam, olha esta saraivada no casamento dos Duques de Cambridge! Isso é que tinha sido. Mas enganou-se a nuvem e veio até Lisboa.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro