Dias calmos


Bendito sejas, Deus dos dias calmos.
Bendito sejas pelo calor, apesar do frio,
bendito sejas pelos livros que leio,
bendito sejas pela minha vida que corre como um rio.

Bendito sejas pelas vidas santas,
e pelas outras que se cruzam comigo;
bendito sejas pelo sol e pela música,
bendito sejas pela tua presença de amigo.

Bendito sejas pelas orações que reúnem,
bendito sejas pelo silêncio da vida,
que caminha calma e contida,
em horizontes que os olhos não confundem.

Bendito sejas por tudo o que nos dás,
e também, porque não, pelo que não damos valor.
Por tudo, mas por estes dias calmos,
te dou graças, Senhor.




(A man reading, Ignat Bednarik [1882-1963])



Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro