O dilúvio








Em dia de festa pelo baptismo de Jesus, o dia parece mais de dilúvio. Até a "minha igreja" inundou. Ele é frio, chuva e vento. Dizem "mau tempo". Resisto à expressão. É o tempo do mau tempo. De manhã rezávamos: "chuvas e ventos, bendizei o Senhor, frios e aragens, bendizei o Senhor, gelos e neves, bendizei o Senhor". É tudo criação. Dizia a minha avó: a chuva e a morte não se pedem a Deus; é Ele quem a manda. Graças a Deus que a Natureza ainda se mostra, apesar dos nossos maus-tratos. Bendito seja Deus que ainda nos manda a chuva no seu devido tempo.

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro