São Jacinto da Polónia

Para nós, dominicanos, m mês de Agosto é também o mês de muitos e grandes santos. A começar por São Domingos, no passado dia 8, passando por São Jacinto da Polónia, que hoje celebramos. Na basílica de Santa Sabina há uma capela, diferente de todas as outras, dedicada a São Jacinto: a capela onde, segundo a tradição, São jacinto recebeu o hábito das mãos de São Domingos. A imagem que ilustra este post é um detalhe do fresco desta capela.
Aqui fica a notícia hagiológica, que constará no futuro num pequeno livro litúrgico sobre os Santos da Ordem:
Tiago, conhecido desde o século XIV por Jacinto, nasceu nos finais do século XII em Kamién, diocese de Breslau (Polónia). Cónego da diocese de Cracóvia, abraçou a Ordem em 1220, em Roma. Em 1222, São Domingos designou-o com frei Henrique da Morávia, para propagar a Ordem na Polónia. Logo em 1222 foi fundado em Cracóvia um convento de Pregadores. Em 1225, Gerardo de Breslau, primeiro Provincial da Polónia, espalhou os irmãos de Cracóvia em cinco direções. Tiago fundou o convento de Gdansk, na Pomerânia, depois o de Kiel, onde viveu de 1229 a 1233, distinguindo-se por uma pureza de costumes e uma piedade filial para com a Mãe do Senhor. Trabalhou muito entre os ortodoxos e os católicos daquela região e deixou a cidade pouco antes dos fiéis terem sido expulsos pelo príncipe Vladimir Rurikovic. Conta-se, entre estas viagens, o milagre em que, estendidas as capas sobre as águas, atravessou a pé enxuto o riu Vístula, levando consigo a Sagrada Eucaristia e a imagem da Virgem.
Morreu no convento de Cracóvia, a 15 de Agosto de 1257. Foi beatificado por Clemente VII em 1527 e canonizado por Clemente VIII a 17 de Abril de 1594.

Mensagens populares deste blogue

A vida de São Macário

São Bruno

Oração para o início de um retiro