A corte celestial

A Igreja celebra hoje a festa de três Arcanjos: Miguel, Rafael e Gabriel. Já devem ter reparado que hé muitos tipos de anjos e têm entre si uma hirarquia. São Paulo, por exemplo, faz uma pequena lista da corte celestial dizendo que Jesus está sentado à direita do Pai, onde é adorado pelos Anjos, Dominações e Potestades.
Mas há uma lista completa de nove categorias de Anjos, divididos em três tríades: A primeira, e mais importante é a dos Serafins, Querubins e Tronos. A segunda comporta as Dominações, Virtudes e Potestades. Finalmente a Terceira tríade tem os Principados, Arcanjos e Anjos. Esta lista aparece num livro dos primeiros séculos cristãos, A Hierarquia celeste, atribuído a Dionísio, o Areopagita.
Para hoje interessa-nos a classe dos Arcanjos. Sabemos que a Palavra "Anjo" significa mensageiro. Arcanjo é aquele que revela, que vem cumprir tem uma missão de Deus. São os "reveladores de Deus". E, por isso, os seus nomes, de origem hebraica, terminam em "el", que é o diminutivo de Heloim, Deus. Vejamos então quais são os três Arcanjos:





1. Miguel. Miguel, é o Príncipe dos Arcanjos. O seu nome significa "Quem como Deus?". Aparece-nos na Bíblia várias vezes, no Antigo Testamento, como o gande príncipe, mas a sua iconografia está ligada à passagem do Novo Testamento, no livro do Apocalipse (12, 7-8), em que se lê: "Depois, travou-se uma batalha no céu: Miguel e seus anjos declararam guerra ao Dragão. O Dragão e os seus anjos combateram, mas não resistiram". Miguel é, então, aquele que luta contra o mal.




2. Rafael. O segundo Arcanjo é Rafael. O nome quer dizer "Medicina de Deus". é um dos protagonistas do livro de Tobite, único lugar da Bíblia onde aparece. É ele que, disfarçado, dá a Tobias, o filho de Tobite, o remédio para curar o seu pai. No final da história de Tobite (12, 15), Rafael dá-se a conhecer: "Eu sou Rafael, um dos sete anjos que apresentam as orações dos justos e têm lugar diante da majestade do Senhor". Por isso, aparece muitas vezes, na iconografia, ao lado de Tobias, que traz um peixe na mão, pois foi no peixe, sob indicação de Rafael, que econtrou o remédio para a cura do pai.












3. Gabriel. Talvez seja este o mais conhecido dos Arcanjos pela sua grande missão. O seu nome significa "força de Deus". É o Arcanjo da anunciação. Aparece a Zacarias a anunciar-lhe o nascimento de João Baptista, aparece a Maria para lhe anunciar o nascimento de Jesus. Mas é no diálogo com Zacarias (Lucas 1, 19) que Gabriel se apresenta: "Eu sou Gabriel, aquele que está diante de Deus, e fui enviado para te falar e anunciar esta Boa-Nova".








Há pessoas que acham tudo isto uma fantasia e que nós é que devemos ser anjos uns para os outros. É verdade que sim. Mas sinto-me confortável com estas presenças de Deus no nosso mundo. Invisíveis, é certo, mas presentes. Além de que nos trazem sempre boas notícias e nos trazem sempre paz. Todos eles começam o seu dálogo dizendo: "Não temais".

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A fecundidade do casal

Oração para o início de um retiro