Fim de uma etapa


Dia de apresentar à minha Comunidade, por escrito, o meu relatório de fim de mandato como prior deste convento onde vivo. Assim o mandam as nossas leis. Se fosse opcional não o fazia. Não por medo, não por não me querer confrontar. Mas porque entendo que a Comunidade é um dom e o que o superior deve fazer não é andar a medir a temperatura da comunidade mas rezar por ela. Com dizia Bonhoeffer, "Quanto maior for o nosso agradecimento pelo que recebemos da comunidade em cada dia, tanto maior será o seu crescimento para glória de Deus". Mas tive que obedecer às leis.
É sempre difícil fazer relatórios. Começamos a ver o que foram três anos à frente de uma comunidade, o que foi mal feito, o que deveria ter sido feito, problemas, cansaços, algumas alegrias, preocupações, desgastes...
Depois vem o complexo de culpa ou de desculpa. Se as coisas correram mal dividimos a culpa, se correram bem ficamos com o sucesso para nós.
Finalmente agradece-se e pede-se perdão. A Deus e aos irmãos.
Felizmente que os cargos nos Dominicanos não são ad aeternum. Tudo tem o seu fim. O fim deste é no dia 30. Depois, vamos a votos... mas sem campanha eleitoral!

Mensagens populares deste blogue

Fátima descaracterizada

A vida de São Macário

Oração para o início de um retiro